Barclays está à procura de fusões com rivais

2018-05-23

Barclays está à procura de fusões com rivais

O Barclays está à procura de instituições rivais interessadas numa fusão, avança o Financial Times.
Um investidor activista, que é também um dos maiores accionistas do banco, tem pressionado o Conselho de Administração neste sentido.
Também o actual presidente, John McFarlane, com o apoio do presidente da unidade internacional do Barclays, Gerry Grimstone, vê a junção com o rival Standard Chartered (StanChart) com bons olhos.   ’John McFarlane tem uma grande afinidade com o Standard Chartered’, comentou um banqueiro sénior envolvido nas negociações.   Apesar de não se conhecerem ofertas formais ou informais no sentido de unir forças entre Barclays e StanChart, já existiu uma conversa privada entre directores de ambas as instituições.
As mesmas fontes indicam que não existe, contudo, trabalho detalhado acerca da possível fusão.   Ambas as partes recusaram-se a comentar esta questão quando contactados pelo Financial Times, mas entretanto o Standard Chartered enviou um e-mail às redacções com a seguinte mensagem: ’Nós estamos inteiramente focados em executar a nossa estratégia e não comentamos este tipo de especulação’. Os títulos do Barclays já oscilaram significativamente durante a sessão, registand uma subida máxima de 0,73% até às 212,65 libras e descendo a um mínimo de 0,64% até às 209,75 libras.
Agora mantém-se em terreno negativo, com uma desvalorização de 0,33%.
Já o StanChart chegou a apreciar 2,66% para as 787,30 libras, rondando agora ganhos de 2%.    Deutsche Bank, Credit Suisse e DBS são outras hipóteses que estarão sobre a mesa.
Internamente, os directores do Barclays encontram-se a discutir novas formas de aumentar a remuneração accionista e opções de expansão para o negócio no Reino Unido.(Notícia actualizada às 09:52 com reacção do Standard Chartered e cotações)

Voltar